A vida é minha, e eu conto ela do jeito que eu quiser!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Sem objetivos

Quem pulou as 7 ondas por volta da meia noite do dia 1 de janeiro e nem lembra mais o que pediu? Pois é, tem os pedidos óbvios do tipo: muita saúde e muita paz, que a gente pula e pede todo ano. É, eu sei que tá meio atrasado falar de ano novo e pedidos para 2010 no dia 11 de janeiro, mas antes tarde do que nunca. Enfim, eu pulei as minhas 7 ondas por puro hábito e também porque o mar aparentava estar delicioso (e estava!) e nada mais, adianta você ficar pedindo pra passar no vestibular? Adianta você comprar 5 revistas e ficar lendo seu horóscopo em todas elas, pra ver o que ele promete para seu ano, que como todos os outros anos vai ser cheio de energia (UHUL)? Eu só sei que fiz minha parte, pulei as ondas, li meu horóscopo (no zodíaco chinês também) e fiz questão de deletar tudo que ele dizia.

Minha simples meta para 2010 é não ter metas (?). Pode parecer idiota e sem nexo, mas eu tenho certeza que vou conseguir as coisas que eu quero assim. Nada que é muito organizado ou calculado funciona direito, já perceberam? Portanto desde janeiro eu já estou livres de obrigações do tipo: emagrecer, formar uma banda, estudar muito, aprender a surfar, a andar de skate, ler os 300 livros que eu comprei e estão na minha estante, refazer as provas passadas, aprender a tocar violão... nossa, a vida fica tão mais leve assim!

Um comentário:

Juliana Faria disse...

Concordo com você!
Sem metas, sem metas..
"Quanto menores as expectativas, maiores as surpresas e menores as frustações"!

Mas assim, só para garantir... eu também li o meu horóscopo! E o chinês, inclusive..